Artigos
Postado por Luciano Alves

Dicas do Sonar X2, No 0009 – Plug-in SI-Electric Piano

O SI-Electric Piano da Cakewalk, com o característico visual vintage

Análise do plug-in de instrumento virtual SI-Electric Piano (Cakewalk). Acompanhe todos os posts aqui no site oficial para que você tenha uma visão aprofundada do Sonar. Informações complementares podem ser obtidas na coluna “Desvendando o Sonar” da revista A,M&T e no livro “Fazendo música no computador” (Editora Campus / Elsevier). 

Introdução

O SI-Electric Piano é parte integrante do pacote de instrumentos virtuais SI (Studio Instruments Suite) do Sonar X2 o qual pode ser utilizado como mais uma opção de instrumentos da categoria sample-player. O SI disponibiliza quatro instrumentos básicos: baixo, bateria, piano elétrico e cordas. Os instrumentos podem ser inseridos no projeto através do Menu – Insert – Soft Synth – SI (Bass Guitar, Drum Kit, Electric Piano, String Section). Por outro lado, pode-se inserir muitos instrumentos do SI a partir do Cakewalk Sound Center (central de sons da Cakewalk) acessando o Menu – Insert – Soft Synth – Cakewalk Sound Center. Esta última opção disponibiliza inúmeros instrumentos virtuais com uma interface organizada por categorias.

SI-Electric Piano

Este plug-in apresenta dezenas de pianos elétricos vintage com sonoridades cristalinas e boas respostas ao toque (velocity). Estes instrumentos são característicos das décadas de 1960 até 1990 (Fender Rhodes, Wurlitzer, CP-70, Clavinet Honner). O painel de controle do SI-Electric Piano é simples, fácil de operar e disponibiliza os principai efeitos que eram utilizados nos instrumentos físicos originais. Nesta versão virtual, até os botões On-Off e os knobs são semelhantes àqueles encontrados nos originais.

O Drive simula um over-driver que satura a sonoridade através do knob Depth (profundidade). Este efeito simula muito bem as sonoridades dos pianos elétricos Wurlitzer e RMI dos anos 1960 e 1970 (os quais tive o prazer de usar bastante nas minhas primeiras bandas).

O Chorus cria uma defasagem de afinação sem chegar a modificar o timbre (como faria um phasing). É o efeito natural criado pela desafinação que ocorre entre os membros de um coral ou de uma orquestra de cordas, por exemplo. No SI o chorus pode ser modificado através do knob Depth (profundidade) passando a incrementar, inclusive, a profundidade do estéreo. Este efeito era muito aplicado no piano Fender. Passando o som mono do Fender por um circuito de chorus que entregava estéreo na saída, alcançava-se a melhor sonoridade deste instrumento (o qual também tive o prazer de ter).

O Tremolo faz com que o som fonte fique tremido, através de uma modulação de amplitude do sinal que pode ser mais profunda (knob Depth) e mais lenta ou mais rápida (knob Rate). Este efeito foi muito usado nos pianos elétricos da década de 1960 mas não parou por aí: até os amplificadores de guitarra atuais possuem um circuito de trêmulo.

Os quatro knobs da segunda seção são:

Tune (afinação). Este knob é utilizado para ajuste fino de afinação. Se você quiser afinar por semitons inteiros, utilize as pequenas setas que aparecem à direita do nome do instrumento selecionado. Estas setas encontram-se no topo, à esquerda do logo Cakewalk do SI-Eletric Piano.

Tone (equalização). Aqui temos um botão de equalização simples que serve para atingir uma uma sonoridade mais brilhante ou mais velada. Além deste botão, você pode usar o equalizador da Sonitus para obter maiores possibilidades de equalização. Basta inserir o plug-in de efeito Equalizer da Sonitus, na pista do SI-Electric Piano.

Pan (panorâmico). Para balancear a saída entre esquerda e direita.

Volume (volume). Para graduar o volume geral do instrumento.

Na minha opinião os melhores samples são o Basic E Piano (piano Fender natural), Classic Rhodes, Lush Electric, Mellow Wurly e Super Chorus. No geral, os presets disponíveis precisam ser equalizados no próprio SI pois possuem agudos exagerados.

Dica: Apesar do SI-Electric Piano possuir uma boa resposta de velocity (dinâmica), os pianos elétricos do plug-in Dimension Pro são melhores para aplicações profissionais. Compare e comprove.

Lembre-se que tanto o SI quanto o Dimension necessitam que o teclado master esteja regulado com uma curva de velocity que proporcione bastante diferença entre o pianíssimo e o fortíssimo, principalmente quando se utiliza o som de Piano Elétrico Fender no instrumento virtual.  

 

No próximo artigo, mais instrumentos virtuais do pacote SI da Cakewalk.

Boas gravações e sequenciamentos.

Luciano Alves é tecladista, compositor e autor do livro “Fazendo Música no Computador”. Fundou, em 2003, a escola de música e tecnologia CTMLA – Centro de Tecnologia Musical Luciano Alves (www.ctmla.com.br) que dispõe de seis salas de aula e um estúdio.

© Copyright by Luciano Alves.  
Todos os direitos autorais reservados. All rights reserved.

Compartilhe
Aplicativo Luciano Alves
para Mobiles